O conto do sábio chinês

Hoje vou postar uma poesia do Raul Seixas. Leiam, é muito boa. ^^ 

O conto do sábio chinês

Era uma vez

Um sábio chinês

Que um dia sonhou

Que era uma borboleta

Voando nos campos!

Pousando nas flores,

Vivendo assim um lindo sonho

Até que um dia acordou

E por resto de sua vida

Uma dúvida lhe acompanhou

 

Se ele era um sábio chinês

Que sonhou que era uma borboleta

Ou se era uma borboleta

Sonhando que era um sábio chinês.

 (Raul Seixas)

THE END

Artigo seguinte
Os comentários estão fechados.
%d bloggers like this: